A LUZ DO MUNDO

"Eu sou a luz do mundo: quem me segue, de modo algum andará nas trevas".

Jesus

            

sse ensino sublime de Jesus encerra uma verdade evidente, apenas incompreendida pelos que estão distanciados dos Evangelhos.

          Porque aqueles que não conhecem Jesus, que ainda não sentiram a doce influência de Sua Doutrina, são incapazes de penetrar o "espírito" das verdades que Ele semeou.

          Jesus é, verdadeiramente, a Luz do mundo. A luz alumia a consciência, que esclarece a razão, que edifica no Espírito a perfeita compreensão do Bem.

          Os que tiveram a felicidade de conhecer e sentir Jesus, de consagrar-Lhe, com entusiasmo, seu puro amor, de se deixarem envolver pelos raios da Sua Luz, nunca mais poderão viver sem Ele, na sua mente, no seu coração; nunca mais poderão dispensar o Seu convívio amoroso, os Seus eternos ensinamentos e jamais se sentirão desamparados.

          Quem, ao menos uma vez na vida, esteve com Jesus, em Espírito; quem ao menos uma vez, levantou os olhos da alma para o Alto a procura de Jesus; quem elevou sua prece um dia ao Divino Mestre, jamais perderá o Seu contacto, a Sua convivência e a Sua amizade.

          Ele é o nosso grande Amigo invisível. Sim, Amigo "invisível", é melhor assim, pois, se assim não fora, se disséssemos "visível", logo surgiriam possivelmente os que afirmariam vê-Lo ao seu lado.

          E é necessário perceber, compreender, que nós é que nos devemos colocar ao seu lado, em vez de pretendermos que Ele se coloque ao nosso.

          Confesso que sem ele não entenderia como pudesse viver, viver pela mente e pelo coração, viver pelo Espírito.

          Quantos sentem assim? Todos quantos O amam sabem que é impossível viver sem Ele, sem a Sua assistência e proteção.

          Ele é amigo de todos, a todos protege.

          Ninguém é por Ele desamparado.

          Há, no entanto, os que vivem afastados de Jesus por não terem ainda experimentado a Sua doce influência.

          Aqueles que O seguiram, de modo nenhum andarão nas trevas. Seguir a Jesus Cristo é praticar os ensinamentos evangélicos que Ele nos legou, é conduzir-se na vida com aquela simplicidade, amor e renúncia que foram o apanágio da Sua Vida sublime. Com efeito, não andam nas trevas aqueles que seguem a luz do mundo, os que se iluminaram com a luz interior que de Jesus Cristo irradia.

          Com Jesus encontramos a Luz, o Amor, a Caridade e a Renúncia.

          Sem Jesus vivemos nas trevas, andando sem rumo certo, dominados pelo ódio, pelo egoísmo, pelo orgulho, apegados aos bens materiais.

          Espíritas-cristãos, que temos os Evangelhos por bússola, sigamos o caminho reto que nos foi traçado por Aquele que é a luz do mundo, que tem inundado a Terra de divina claridade e que nos aguarda de braços abertos para conduzir-nos à perfeição espiritual.

           

Djalma Montenegro de Farias

(Janeiro de 1954)

 

Extraída do Livro "Obras Completas de Djalma Farias - Volume I"